Décio Gurfinkel

é psicanalista. Membro do Departamento de Psicanálise e de Psicossomática Psicanalítica do Instituto Sedes Sapientiae.

Autor de: Adições, paixão e vício (Casa do Psicólogo, 2011) e Sonhar, dormir e psicanalisar: viagens ao informe (Escuta, 2008)


Gondar

é psicanalista. Membro do Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro. Professora titular da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO.

Autora de: Com Ferenczi: Clínica, Subjetivação, Política (7 Letras, 2017) e O que é memória social? (Contra Capa, 2006)

Jorge Forbes

é psicanalista. Presidente do Instituto da Psicanálise Lacaniana – IPLA. Analista membro da Escola Brasileira de Psicanálise – EBP e da Associação Mundial de Psicanálise – AMP. Dirige a Clínica de Psicanálise do Centro do Genoma Humano – USP.

Autor de: Psicanálise: a clínica do real (Manole, 2014) e Inconsciente e responsabilidade: psicanálise do século XXI (Manole, 2012) 

Pedro Tavares

é psicanalista e germanista. Coordenador de tradução e da coleção das Obras Incompletas de Freud pela editora Autêntica. 

Tradutor de: O Infamiliar (Autêntica, 2019) Autor de: Tradução e psicanálise (7 Letras, 2013) Versões de Freud: breve panorama crítico das traduções de sua obra (7 Letras, 2012) 

Em entrevista ao jornalista americano George Sylvester Viereck, em 1926, Freud declarou: “Assim como amor e ódio por uma pessoa habitam em nosso peito ao mesmo tempo, assim também toda a vida conjuga o desejo de manter-se e o desejo da própria destruição. […] A Morte é a companheira do Amor. Juntos eles regem o mundo. Isto é o que diz o meu livro: Além do Princípio de Prazer.”

Neste ano que Além do Princípio de Prazer comemora 100 anos, o CEPdePA em sua Jornada, não somente homenageia Freud, mas sobretudo busca atualizar um dos conceitos mais importantes da teorização psicanalítica, a Pulsão de Morte.

Em 1920, após a teoria do narcisismo e a experiência da primeira Grande Guerra, Freud viu-se obrigado a revisar toda sua construção teórica, pondo-se a pensar a natureza da compulsão que leva o homem a repetir situações de dor e a gozar com o sofrimento, tanto o seu próprio, quanto o do próximo. O paradoxo do masoquismo, dos sonhos traumáticos, das neuroses de destino, das auto-recriminações e da destrutividade humana seguem nos desafiando.

As reações subjetivas e sociais à pandemia nos convocam e interrogam. Presenciamos, lado a lado, esforços admiráveis de reinvenção e impulsos violentos de destruição. O perigo não vem tão somente de fora, na forma de um vírus, mas do desejo de destruição que habita o próprio homem.

Convidamos você a participar e integrar nossa Jornada, para refletirmos juntos sobre a atualidade!

Inscrições - Jornada Científica 2020
  • Parcele a sua inscrição em até 3x sem juros;
  • O titular do cartão deverá ser o mesmo do participante; Caso seja diferente, entre em contato conosco por e-mail;
  • Não é necessário o envio comprovante de pagamento por e-mail ou WhatsApp.
  • Após o pagamento de sua inscrição, enviaremos o link e dados de acesso na semana do primeiro encontro;
  • Ficou alguma dúvida? Envie um e-mail para cepdepa@cepdepa.com.br

PROGRAMAÇÃO OFICIAL

13/11 – Sexta: 14h às 16h

Mesa Redonda: "Sujeitos pandêmicos? Repercussões do inominável na subjetividade e no laço social”

Ana Paula Terra Machado (CEPdePA)
Beatriz Behs (CEPdePA)
Sueli Souza dos Santos (CEPdePA)
Coordenação: Grace Burchardt

13/11 – Sexta: 19h às 21h30

Abertura: Palavras da Presidente Denise Souza

Conferência: “Symbolon e diabolon: a pulsação das pulsões” Pedro Heliodoro Tavares Psicanalista e germanista - (Coordenador de tradução e da coleção Obras Incompletas de Sigmund Freud - Autêntica)

Pedro Heliodoro Tavares Psicanalista e germanista - (Coordenador de tradução e da coleção Obras Incompletas de Sigmund Freud - Autêntica)
Debatedora: Ana Lúcia Waltrick dos Santos (CEPdePA)
Debatedor: Ignácio Paim Filho (CEPdePA)
Coordenação: Grace Burchardt

14/11 – Sábado: 10h às 12h

Mesa Redonda: ”A compulsão à repetição e o traumático hoje. O que não cessa de se repetir?”

Leonardo Francischelli (CEPdePA)
Lores Meller (CEPdePA)
Rosita Esteves (CEPdePA)
Coordenação: Luciana Firpo

14/11 – Sábado: 14h às 16h

Mesa Redonda: ”Desdobramentos do pulsional na atualidade: da destrutividade à criatividade”

César Antunes (CEPdePA)
Júlio Conte (CEPdePA)
Lea Lubianca Thormann (CEPdePA)
Coordenação: Ivete Caon Biondo

27/11 – Sexta: 14h às 16h

Mesa Redonda FLAPPSIP*: ”O desamparo e a presença da morte na clínica psicanalítica atual”

Décio Gurfinkel (Instituto SEDES Sapientiae - SP)
Giovana Borges (CEPdePA)
Facundo Blestcher (Associación Argentina de Psiquitria y Psicologia de la Infancia y Adolescencia ASAPPIA e Presidente da FLAPPSIP)*
Jô Gondar (Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro - CPRJ - RJ)

*FLAPPSIP: Federação Latino-americana de Associações de Psicoterapia Psicanalítica e Psicanálise

Coordenação: Grace Burchardt

27/11 – Sexta: 19h às 21h

Conferência: ”Do Freud explica ao Freud implica: a Clínica do Real”

Jorge Forbes Psicanalista (Presidente do Instituto Psicanálise Lacaniana IPLA - SP)
Debatedora: Grace Burchardt
Debatedora: Maria Liane Porn Dutra
Coordenação: Maria Virginia Eggers

28/11 – Sábado: 10h às 12h

Conferência: ”De Freud a Ferenczi: monismo e pulsão de morte”

Jô Gondar Psicanalista (Membro do Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro - CPRJ)
Debatedora: Denise Souza (CEPdePA)
Debatedora: Clarice Tesch (CEPdePA)
Coordenação: Alexandra Dal Prá

28/11 – Sábado: 14h às 16h

Conferência: ”O colapso do sonhar”

Décio Gurfinkel Psicanalista (Membro do Instituto SEDES Sapientiae - SP)
Debatedor: Luis Augusto Roncato (CEPdePA)
Debatedora: Aline Pinto da Silva (CEPdePA)
Coordenação: Camila Camaratta

28/11 – Sábado: 16h

Encerramento

Palavras da coordenadora da Jornada, Grace Burchardt.