MOVIMENTO ARTICULAÇÃO
DAS ENTIDADES PSICANALÍTICAS BRASILEIRAS

     Desde 2015 o CEPdePA integra o movimento Articulação das Entidades Psicanalíticas Brasileiras, constituído no ano 2000 com o objetivo de combater as tentativas de regulamentação da psicanálise no Brasil.

       O Articulação é composto atualmente por 24 instituições de formação de psicanalistas e se mantém aberto a novas adesões, reunindo-se, em média, duas vezes ao ano para debater questões inerentes a seu propósito. Além disto, atua de maneira diligente, no sentido de fazer conhecer a ética e os fundamentos da psicanálise que embasam sua visão de que a regulamentação do nosso ofício seria prejudicial a ele mesmo.

       Em março de 2021, formou-se um novo grupo de trabalho no CEPdePA com o intuito de manter nossa instituição atualizada sobre o trabalho do movimento e sobre o andamento dos projetos de lei que visam à regulamentação.

       Coordenado por Gustavo Soares e Valéria Quadros, é composto por:
       Guilherme Ambros
       Margarida Viñas Ribeiro Lima
       Mônica Poglia Leal
       Rosita Esteves

       Neste espaço, em constante atualização, você encontrará textos e documentos de interesse sobre o tema.

       Está disponível para download o livro Ofício do psicanalista – formação vs. regulamentação, publicado pelo Articulação em 2009 com textos que detalham sua criação e seu trabalho. A coletânea reúne ainda artigos que versam da história das tentativas de regulamentação da psicanálise no Brasil à problemática da formação do psicanalista frente às questões legais.

– Downloads –

Atualmente o Movimento está composto por 24 instituições psicanalíticas.

ALEPH

Belo Horizonte – Gêisa de Carvalho Ferreira e Heloisa Godoy

APPOA – Associação Psicanalítica de Porto Alegre: Rosane Ramalho e Larissa Sherer

CEPdePA – Centro de Estudos Psicanalíticos de Porto Alegre: Gustavo Soares e Valéria Quadros

CBP – Círculo Brasileiro de Psicanálise (Rio): Anchyses Lopes, Michell de Mello e Anna Lucia Leão López (outras Estados onde há o Círculo, mas não integram o Articulação: Minas Gerais, RGS, Pará, Bahia, Sergipe)

CPRJ – Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro: Maria Regina Maciel e Sonia Damazio

Corpo Freudiano do Rio de Janeiro. Escola de Psicanálise – Denise Maurano e Patrick Werner dos Anjos

Departamento de Psicanálise – Sedes Sapientiae (SP): Ana Claudia Patitucci e Paulo Jerônymo Pessoa Carvalho (Ana Sigal, afastada)

EBP – Escola Brasileira de Psicanálise: Luis Francisco Camargo (afastado), Paula Borsoi (Samyra Assad, afastada), Giovanna Quaglia e Jorge Pimenta

Escola Lacaniana de Psicanálise do Rio de Janeiro: Ana Luisa Colnago, Maria Teresa Melloni, Caroline Fabrício, Claudia Blois, Patrícia Sá e Renata Elac

Espaço Oficina de Psicanálise: Maria Idália de Goes e Eduardo Rocha

FEBRAPSI – Federação Brasileira de Psicanálise: Carlos Frausino e Daniela Bormann. Composta atualmente por 14 Sociedades ( 3 Rio, 2 POA, 1 Pelotas, 1 SP, 1 Recife, 1 Brasília, 1 Fortaleza, 1 Campinas, 1 Minas Gerais, 1 Mato Grosso, 1 Ribeirão Preto), 4 Grupos de Estudos (Goiânia, Curitiba, Santa Catarina e São José do Rio Preto e região) e 6 Núcleos (Maceió, Florianópolis, Espírito Santo, Salvador, Uberlândia e Marília e região) Formação em Psicanálise – Sedes Sapientiae (SP): Maria Helena Saleme, (Ligia Gomez), Eduardo Lara, Fabiana Hueb, Olívia Lucchini e Vera Warchavich.

LAEP – Laço Analítico/Escola de Psicanálise – Rio de Janeiro: Ruben Demartini, Mariana Abreu Mayerhoffer e Sheila Brum

Práxis Lacaniana/Formação em Escola – Niterói: Antônia Portela Magalhães, Manuela Fernandez, Iaci Pádua, Gracinda Peccinin e José Augusto Venda